Sindicato dos Servidores das Autarquias de Fiscalização Profissional e das Entidades Coligadas no Estado do Rio de Janeiro
Assédio Moral
COOPFISPRO
Continue em casa!
Se puder, continue em casa.
Em virtude da pandemia, o SINSAFISPRO vem realizando assembleias virtuais por plataformas digitais. Nossos colaboradores estão no regime de teletrabalho e os dirigentes sindicais atendendo, em regime de plantão, nossos filiados. Vai passar e nós vamos sair mais fortes disto tudo.

f7aeb070-350d-4eaa-8244-69fb2975c61c

Diante dos rumores trazidos pelos trabalhadores de uma possível demissão em massa no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA-RJ), o SINSAFISPRO-RJ procurou o presidente licenciado da autarquia, Luiz Cosenza, que desmentiu os boatos e atribuiu “as mentiras” ao processo eleitoral em curso na autarquia. O pleito do SISTEMA CONFEA está marcado para 15 de julho e o engenheiro concorre a um segundo mandato no cargo máximo do Conselho.

“Se fosse para demitir, eu não seria candidato. Não estou aqui para destruir a vida do CREA e dos trabalhadores. É preciso honestidade e responsabilidade com aquilo que falam”, pontua Cosenza, que promete acionar judicialmente os autores de falsas notícias. “Se há uma lista, quero saber onde está (…) Eu aceito críticas e as redes sociais estão aí para serem usadas à vontade, mas não para caluniar pessoas e órgãos públicos”, recordando que há um processo em curso no Comitê de Gênero e Raça no CREA-RJ. “Chegaram ao cúmulo de dizer que fomos à Central do Brasil contratar prostitutas para fazer consultorias. O que é um desrespeito a servidoras antigas e de carreira”.

O SINSAFISPRO reitera que não apóia qualquer candidato ou gestão à frente do Conselho. O objetivo desta publicação foi apenas afastar o terror psicológico da cabeça dos trabalhadores do CREA-RJ, que já vivem dias tão difíceis em meio à pandemia do novo coronavírus (Covid-19).